Gestão de Rega

O objectivo principal da Gestão de Água, ou gestão de rega, é responder à pergunta de “quando, quanto e como regar”.

Desenvolvimento e implementação de planos de gestão de rega

Monitorização remota das reais necessidades de rega

Suporte remoto para gestão de rega diária

Relatórios periódicos com avaliação da performance e planificação da gestão de rega subsequente

A resposta correcta a esta pergunta permitirá aplicar apenas e estritamente o volume de água necessário às plantas, no momento exacto e de um modo adequado ao tipo de solo existente. Hoje, graças às mais avançadas tecnologias, conseguimos com métodos e procedimentos muito simples, de baixo custo, reduzir significativamente os volumes consumidos na rega. O ponto central é o conhecimento concreto do funcionamento do sistema de rega e das relações solo/água/planta. Os objectivos secundários da gestão de rega incluem a prevenção, minimização e monitorização de impactes ambientais causados pela rega evitando perdas de águas por infiltração profunda e o lixiviamento de nutrientes e de outras substâncias. A gestão de rega é um plano, não um projecto. Ou seja, é um conjunto de medidas, acções e actividades que devem ser accionadas e coordenadas em função de circunstâncias variáveis. A implementação de um Plano de Gestão de Rega apoia-se tanto em equipamentos como em sistemas de rega e drenagem correctamente projectados. Assim, não há componentes fixos num plano de gestão de rega, podendo a sua composição variar de acordo com as características a área de actividade e com os objectivos específicos da sua gestão.

Benefícios directos de uma gestão de rega adequada:

Redução do consumo de água

Redução do consumo de electricidade

Melhoria de qualidade das plantas regadas, dado que passarão a receber consistentemente toda e apenas a água necessária

Redução de custos em produtos fitossanitários e em adubos, uma vez que as perdas por lixiviação serão minimizadas

Redução dos impactes ambientais causados por lixiviações