Monitorização de insectos nunca foi tão fácil! Chave para uma produção sustentável.

Os mercados alimentares exigem produtos de elevada qualidade, e ao mesmo tempo, redução de resíduos químicos.

A agricultura moderna e sustentável baseia-se em semioquímicos como uma ferramenta para aumentar controlo de insectos, principalmente em pomares e vinhas. A alternância entre o controlo químico com insecticidas e a técnica de confusão sexual está a tornar-se uma das formas mais eficazes para proteger as culturas.

Os benefícios desta abordagem moderna incluem:

Melhor controlo biológico

Diminuição do desenvolvimento de resistência a pesticidas

Menor exposição a pesticidas

redução de resíduos nos frutos colhidos

A confusão sexual é conseguida de duas formas principais: a primeira é através da atração dos machos para diversas fontes de falsas fêmeas, e a segunda com um aumento da concentração da feromona interferindo com a comunicação normal.

Independentemente da forma como os machos são desorientados, a monitorização da população de adultos durante toda a campanha é essencial para avaliar o sucesso da técnica de confusão sexual e dos tratamentos com insecticidas.

Nós reunimos feedback de vários produtores que estão a usar armadilhas em pomares e vinhas: a sua grande preocupação era sobre o tempo e os esforços necessários para inspecionar todas as armadilhas em grandes territórios. Por isso, a inspecção de armadilhas era geralmente realizada semanalmente.

Nós consideramos que a perda de informações poderia invalidar todo o conjunto de dados disponíveis, e ser determinante para o aumento do risco de ocorrência de danos causados por pragas.

Usando iTRAP, terá acesso a uma plataforma que lhe permite:

Comparar as capturas em dias diferentes

Comparar a atividade de diferentes armadilhas

Fazer um melhor uso da informação a que está a aceder

Tomar melhores decisões sobre o controlo de pragas nas culturas

Monitorização remota. Como funciona?

O iTRAP e o Trapview são uma combinação patenteada de soluções de hardware e software para a monitorização remota de diferentes insectos agrícolas.
O iTRAP, com os seus componentes eletrónicos integrados e placa pegajosa, é leve o suficiente para ser pendurado onde for necessário; No campo, o dispositivo é autossuficiente, sendo alimentado por um painel solar e uma bateria Múltiplas câmaras tiram fotografias de alta resolução da placa adesiva dentro do iTRAP.

As imagens são enviadas via GPRS para a plataforma web Trapview.

Estas são analisadas com detecção automática de pragas, e os resultados visíveis na web ou num telemóvel.

O controlo é feito em tempo real e os dados recolhidos podem ser usados para posterior avaliação.

A nossa visão - soluções holísticas para gestão de culturas

A agricultura moderna precisa da optimização de inputs com suporte para decisões complexas. A nossa visão é a de apoiar os agricultores na tomada das suas decisões com base em dados concretos resultantes da análise do meio ambiente local.

Previsões de larga escala podem revelar-se erradas quando as decisões precisam de ser tomadas para um determinado local. A partir de dados recolhidos automaticamente e numa dada área, o nosso objectivo é de dar aos produtores em tempo real e de forma localizada, acesso automático a outputs de suporte para tomadas de decisão, que podem ser facilmente acedidas na web ou em dispositivos móveis.

O elevado nível de integração entre os nossos produtos (estação meteorológica, modelagem e monitorização) permitem uma visão holística de gestão agrícola e oferece um apoio qualificado para as difíceis decisões que os agricultores precisam de tomar diariamente.

Benefícios e Caraterísticas técnicas

Normalmente, os dados de armadilhas (insectos capturados) são recolhidas semanalmente. Esse intervalo é muitas vezes demasiado longo para tomar ações apropriadas a tempo (por exemplo estratégias de controlo podem ser desperdiçadas). Fotografias diárias permitem rápidas decisões.
O registo dos dados de campo e a monitorização de muitas armadilhas podem ser um grande desafio, podendo resultar em taxas de erro substanciais e más tomadas de decisão.
Para contar os insectos presos, as armadilhas têm de ser visitadas fisicamente, o que significa muito tempo e combustível perdidos apenas para recolher informações dos pomares ou dos campos. Muitas vezes as visitas de campo são em vão (as pragas ainda não surgiram ou ainda há uma lacuna entre as gerações de pragas).
O reconhecimento e a contagem de insectos no local são demorados e cansativos. Com os instantâneos tirados por iTRAP, as imagens são armazenadas no servidor e processadas automaticamente, podendo sempre ser verificadas por peritos.
Notificações são emitidas automaticamente quando as imagens são processadas. Os alarmes ocorrem quando:
  • aparecem os primeiros insectos na fase em que é prejudicial à cultura 
  • o número de insectos atinge o nível económico de ataque (que fora previamente estabelecido para uma determinada praga) 
  • a placa pegajosa está cheia e precisa de ser mudada
Muitos países importadores têm regras estritas relativamente aos registos que melhor possam garantir a não existência de determinados insectos nocivos nos frutos e vegetais importados. A utilização do iTRAP pode ajudar os exportadores a fornecer essas provas documentais de forma automática e objetiva, sem custos extra.
A combinação com dados locais permite uma melhor tomada de decisão. Usando as estações meteorológicas iMetos, temos um ajuste perfeito para calcular automaticamente graus-dias e graus-horas para avaliação do risco de vôo/acasalamento.